google28da8a82fe07035e.html

Fotoproteção: o que é a oxibenzona e quais os seus efeitos no ser humano e no ambiente

O que é a oxibenzona?

A #oxibenzona é um composto químico orgânico que pode ser encontrado em diversos produtos cosméticos como protetores solares, hidrantes com fotoproteção (#FPS), bb creams, entre outros.


Este composto é utilizado como filtro solar pois absorve os raios ultravioleta A (#UVA) e B (#UVB). A radiação ultravioleta A penetra nas camadas profundas da pele, sendo responsável pelo envelhecimento precoce da pele, pelo bronzeamento rápido e está associada ao desenvolvimento de câncer de pele. A oxibenzona para proteger da UVA também penetra nas camadas profundas da pele.




Impacto na saúde humana

A penetração da oxibenzona no organismo humano pode causar diversos problemas na saúde do ser humano como reações alérgicas, mutação celular, desregulação de processos hormonais, etc. A oxibenzona é responsável por cerca de 50% das #alergias aos produtos solares. Devido à grande quantidade de oxibenzona que é absorvida pela pele, o uso de #protetores #solares com essa substância deve ser evitado por #crianças.


Impacto no ambiente

Por outro lado, quando passamos protetor solar e vamos para o mar, estamos liberando os compostos químicos do produto no oceano. Diversos estudos têm mostrado que milhões de toneladas de #filtro #solar são liberados no #mar todos os anos. Compostos como o oxibenzona estão impactando negativamente corais, algas e até micro-organismos o que acaba por afetar toda a cadeia trófica.


Regulamentação

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (#ANVISA) permite a presença de oxibenzona em produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes. A concentração máxima permitida é de 10%, sendo que, para concentrações acima de 0,5%, deve constar no rótulo a advertência: contém oxibenzona. O Comitê Científico de Produtos de Consumo (SCCP - sigla em inglês) da União Europeia, baseado em estudos, aponta que a concentração máxima de oxibenzona em protetores solares deve ser de 6%. Em outros produtos cosméticos com fator de proteção em sua formulação, a concentração máxima deve ser de 0,5%.


Alternativas

Para aqueles que não querem expor-se à oxibenzona, existem no mercado protetores solares e outros cosméticos que protegem dos raios ultravioleta utilizando óleos vegetais, como o de chá verde, café, alecrim, camomila, amendoim, etc. No entanto, os óleos vegetais, por si só, apresentam fator de proteção solar abaixo do mínimo recomendado, que é de FPS 15.


Neste sentido, produtos que utilizam óleos vegetais como protetores solares usam também outros filtros solares para chegar ao FPS mínimo. Esses filtros solares podem ser filtros físicos (p. e. óxido de zinco e dióxido de titânio), filtros naturais (p. e. compostos bioativos naturais de algas) ou ainda outros filtros sintéticos (p. e. octocrileno, oxinoxato e avobenzona) cujo impacto na saúde humana é questionável. Por isso, é sempre bom olhar os rótulos dos produtos para verificar se eles contêm compostos nocivos, como a oxibenzona.



Nas embalagens a oxibenzona pode ser identificada como: Oxybenzone, B3, Benzophenone-3, (2-Hydroxy-4-Methoxyphenyl) Phenyl- Methanone, (2-Hydroxy-4-Methoxyphenyl) Phenylmethanone; 2-Benzoyl-5-Methoxyphenol; 2-Hydroxy-4-Methoxybenzophenone; 4-Methoxy-2-Hydroxybenzophenone, Advastab 45; Ai3-23644; Anuvex; 2-Hydroxy-4-Methoxy.




Fonte: eCycle

KHOR Cosmetics Eireli

CNPJ: 30.957.788/0001-90

 

Avenida Jandira, 79, 13-A1

04080-000 São Paulo - Brasil

E-mail: sac@khorcosmetics.com

Telefone: +55(11)99545-0416

Relacionamento

Termos e Condições

​​Política de Privacidade

Política de Troca, Devolução e Reembolso

Política de Entrega

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram

© 2018 by Khor Cosmetics.